Horário
Directo:
• 19h00 às 20h00, de Segunda a Sexta-feira

Repetições:
• 06h00, 07h00, 12h00 e 02:15 de Segunda a Sexta-feira
• 06h00, aos Sábados e Domingos
Mais comentados
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009
Guest Post - Ana Anes - Blogue meu, Blogue meu, há mais bela do que eu?

 

FINS de Setembro de 2009. Fazendo bem as contas tudo começou há seis anos, algures na Primavera/ Verão de 2003. Como me lembro tão bem? É fácil! Foi o verão dos fogos brutais por Portugal fora, mas sobretudo de um “fogo”, percursor, que mudou a história toda da “malta que tecla”: “O meu Pipi”. “O” blogue. Que fez lembrar pessoas como eu  de que havia outras formas de comunicar que os jornais on-line e afins. Foi em 2003 que com ajuda do “Pipi” soltei gargalhadas e disse para comigo: porque não? E assim, comecei o meu primeiro blogue. O primeiro de cinco ao longo destes anos. Para dizer a verdade acho que era o Ana-anes…. Blogspot…qualquer coisa,  mas também não tenho a certeza, porque ao contrário de tanta gente, vá-se lá saber porquê, cada vez que acabo um blogue, apago-o também. Só que este foi transposto para papel e tornou-se no meu primeiro livro cujo título escolhido pelo editor de um dos posts era “Estou à espera que me venham buscar” (E estava. Para jantar, que bem me lembro estava esganada e furiosa). E foi assim que tudo começou. Obviamente, que entre linhas há uma história de “Deus escreve direito por linhas tortas”- que ficará para outro dia- e estas linhas tortas mais conhecidas por Destino, ou “olha, tinha de ser pá!”, fizeram com que eu tomasse o gosto em partilhar os meus pensamentos, sensações, sentimentos, opiniões com os que me quisessem ler. Há pessoas que mantêm blogues durante anos. Louvo-os. Eu cá não conseguia. Sou uma pessoa de ciclos. Preciso de começar, experimentar, ver se gosto, “hum, espera lá que isto é giro” ou “ raios os partam, já estou farta!” até ao dia em que decido partir para outra. Apagando o registo. E vendo bem, ao longo de 5 blogues, tudo pode ser comparado com as fases da nossa vida. Escrevia a Inês Serra Lopes no prefácio do tal primeiro livro ( do qual nem sequer guardo um manuscrito) que “era preciso ter uma grande dose de ingenuidade para se escrever assim…de forma transparente”. Eu concordo. E entre os meus blogues e os blogues de outros que continuam no ciber-espaço, há uma evolução. Começamos a ter noção de umas coisas simples como: limites, privacidade (que “também” é importante…), exposição, extrapolação, errar, erradicar, desculpar, ostracizar, ofender, guerrear, partilhar e ter objectivos. Quero com isto dizer que nós crescemos com os blogues ou eles connosco e com as nossas vivências. Ao segundo blogue, já só pensava duas vezes antes de escrever, ao 3º provavelmente já escolhia os meus amigos e os meus “inimigos de ideias e plumas”, ao 4º já só contava da minha vida o que queria e ao 5º decidi fechar a loja, porque me sentia exposta. Isto dito por alguém que escreve crónicas nos mais variados OCS’s sobre relacionamentos, não faz lá grande sentido pois não?- pensam vocês e bem. A verdade é que há muita gente que se esquece que as crónicas são feitas de nós, mas sobretudo são o que fizermos delas. Têm objectivos, não são escritas de forma aleatória. São como um personagem. ( as minhas pelo menos). E é por isso que me diverti tanto ao ir ao Mundo das Mulheres e ver o espanto de todos os meus amigos e leitores!: “ mas estavas tão composta!”, “mas vestes-te de forma tão clássica”, “ mas eu pensava que ias dizer uma maluqueira e fizeste o gag dos manos Guedes, afinal és tu!” ou “ mas estavas tão comedida”. É verdade. Um blogue, um programa de rádio, uma ida à televisão, são verdades e consequências do que escrevemos, dissemos, vestidos ou, no meu caso, despimos. E cada qual vê-nos da forma que gosta mais. Que, infelizmente, às vezes não é a forma de que mais gostamos. Mas se calhar é aquilo que somos. Apenas e somente. Ah! E quanto aos blogues, confesso, que hoje em dia, só muito raramente dou uma volta pela blogoselva. Perdeu a graça, a espontaneidade, foram-se embora muitos e os que lá estão são sempre os mesmos. E para alguém como eu, que gosta do que é novo- ou não fosse do signo carneiro- os blogues ficaram na minha vida como uma entrevista de emprego, um filme que vi ou uma música que me lembro remotamente. Com um senão: sem eles nunca teria começado esta minha aventura da escrita. Acho….
 
 
Ana Anes
25.09.09
 
www.anaanes.com


publicado por Mundo das Mulheres às 11:51
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

1 comentário:
De Sara a 17 de Outubro de 2009 às 02:48
Olá
Gostaria de dar os Parabéns pelo excelente programa.
E os parabéns á recente mamã!
Deixo aqui de uma mamã para outra um Portal que cresceu depois de ter um filho.
http://www.dobebe.com

Felicidades


Comentar post

Categorias
Comentários recentes
Olá, sou nova cá e gostaria de partilhar o meu blo...
Visitem e comentem: http://tudo-sobre-a-tv.blogs.s...
Olá eu sua a Rita, tenho 15 anos e os meus pais na...
Olá!Gostaria de compartilhar com você este lindo p...
Agora para ver se aparece o clicável... http://www...
Arquivo

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Ligações
Pesquisar blog
 
Perfil