Horário
Directo:
• 19h00 às 20h00, de Segunda a Sexta-feira

Repetições:
• 06h00, 07h00, 12h00 e 02:15 de Segunda a Sexta-feira
• 06h00, aos Sábados e Domingos
Mais comentados
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008
PARTOS NA ÁGUA
Tema 2ªfeira 24|11| 2009

Nascimento de ANITA 056.jpg

"Em ambos os partos das minhas filhas nunca senti medo ou angústia, em momento algum. Nunca desejei um analgésico ou algo que me impedisse de sentir fosse o que fosse no meu corpo. Senti-me sempre segura, protegida, respeitada e principalmente amada. Não sei o que é ocitocina artificial, clister, raspagem de pêlos púbicos, monitorização contínua, toques dolorosos, bolsa rebentada ou episiotomia. Tive o meu marido sempre ao meu lado, e mais tarde as minhas filhas sempre junto a nós. Amamentei-as nos primeiros minutos de vida, e em exclusivo até aos seis meses, mesmo regressando ao trabalho aos 4 meses. Não souberam o que são suplementos nem camas aquecidas, nem aspirações, nem nada que não seja o cheiro e o colo da mãe e do pai. Foram as experiências mais extraordinárias da minha vida e recordo com saudade cada minuto, cada momento, cada sensação que vivi. Como um privilégio, uma bênção".
Este é o balanço feito por Susana Cheis dos seus dois partos na água. No programa desta segunda-feira, com a ajuda da própria Susana Cheis e da ginecologista obstetra Radmila Jovanovic, pioneira na introdução desta técnica em Portugal, vamos discutir as vantagens do parto humanizado dentro de água e questionar o cepticismo dos hospitais públicos portugueses relativamente à sua implementação.

Rubricas

Lúcio Lampreia, sociólogo do trabalho e colaborador regular do Mundo das Mulheres, centra a sua intervenção nas alterações ao código de trabalho, em vigor já a partir de 2009, relativas à parentalidade.

O crítico de cinema Rui Pedro Tendinha esta semana excepcionalmente à segunda-feira dá-lhe as melhores pistas sobre as novidades da sétima arte.

paulo azevedo.jpg

Depois da grande reportagem SIC e do concretizar do sonho profissional, a extraordinária história de vida de Paulo Azevedo já está em livro. A fechar o programa, falamos com os autores de “Uma vida normal”, o próprio Paulo e a jornalista Sofia Arêde.

Contactos úteis:

http://doulasdeportugal.blogspot.com
www.clisa.pt
www.egor.pt
http://pauloazevedo.portoeditora.pt
tags:

publicado por Mundo das Mulheres às 19:45
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

5 comentários:
De Anibal Mendes a 27 de Dezembro de 2008 às 15:35
Grande lição de vida. É muito mais difícil viver "sem cabeça", do que sem pernas e braços.


De Olinda Dias a 29 de Novembro de 2008 às 15:02
Boa Tarde, para começar gostaría de dizer que nunca vi nenhum episódio deste programa, por um motivo muito simples, praticamente não vejo televisão. E, que, cheguei a este blog, por mera casualidade, que foi ouvir rádio, e estou a participar porque o Fernando Alvim pediu :).
Porém, sería um pouco incorreto passar pelo blog e não comentar nenhum dos temas; como profissional de saúde e socorrista, escolhi prioritariamente este tema. Os partos em água, são indiscutivelmente saudáveis, menos indolores, aconselho vivamente que se pratiquem em hospitais e clínicas privadas, porém, não aconselho que o pratiquem em casa, ou outros locais, onde não se possa fazer uma cesariana de urgência, ou não exista suporte imidiato de vida, caso seja preciso.
De salientar que todos os partos são diferentes, e porque um corre bem, não quer dizer que num momento seguinte, um outro não se possa complicar.

Olinda Dias


De Lídia Ferreira a 28 de Novembro de 2008 às 14:12
Olá!

Gostei tanto deste vosso programa que vi todas as repetiçoes!

Eu estou gravida de pouco tempo pela primeira vez e claro que o assunto me interessou bastante... mas não tenho condiçoes em casa para o fazer (porque vivo na casa dos meus sogros) nem disponibilidade financeira para ir para uma clinica.

Em principio, o parto será no hospital Santa Maria em Julho, mas o que poderei fazer para que o meu parto seja dentro de agua? É-me logico que se for a unica mulher a pedir à médica que quero ter este tipo de parto me poderão desmotivar... ou não.

O que peço é mais informação para que possa ir convicta do que quero, pois assim será mais dificil de me convencer do contrario. Quais os sites que posso visitar para obter essa informação?

Obrigada e parabens!


De ceu brissos a 26 de Novembro de 2008 às 22:58
Fiquei emocionada com com as declarações da Susana Cheis, mas sei que é uma grande mulher e acima de tudo uma super mãe.
De facto é necesária muita coragem para optar por o parto em casa, mas ela estava bem acompanhada e sabia perfeitamente que era o melhor para as filhas, protegeu-as de qualquer contagio e mais tarde elas irão agradecer-lhe por terem uma mãe tão determinada.
Parabens Susana


De Maria João Furtado a 25 de Novembro de 2008 às 21:21
Muito obrigada por abordarem um tema tão actual e ostracizado como este!
Venham mais programas assim! Parabéns!


Comentar post

Categorias
Comentários recentes
Olá, sou nova cá e gostaria de partilhar o meu blo...
Visitem e comentem: http://tudo-sobre-a-tv.blogs.s...
Olá eu sua a Rita, tenho 15 anos e os meus pais na...
Olá!Gostaria de compartilhar com você este lindo p...
Agora para ver se aparece o clicável... http://www...
Arquivo

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Ligações
Pesquisar blog
 
Perfil