Horário
Directo:
• 19h00 às 20h00, de Segunda a Sexta-feira

Repetições:
• 06h00, 07h00, 12h00 e 02:15 de Segunda a Sexta-feira
• 06h00, aos Sábados e Domingos
Mais comentados
Sexta-feira, 19 de Março de 2010
Alergias Primaveris

 

Acabámos de entrar na estação em que as alergias mais atacam:

A primavera.

A mudança de tempo é a principal causadora desta vaga de alergias.

Em Portugal estima-se que as alergias afectam um terço da população segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica.

Esta segunda feira vamos lhe ajudar a prevenir e a detectar os sintomas destas doenças.

 

Convidados:

Dra. Cristina Santa Maria – Imunoalergologista do Centro de Imunoalergologia do Hospital CUF Descobertas.

 

Professor Manuel Branco Ferreira, imunoalergologista do Hospital

de Santa Maria

 

Links Úteis:

 

www.spaic.pt


www.rpaerobiologia.com

 

 

Temos para si 10 bilhetes duplos para a anteestreia do filme

“Juntos ao Luar”.

 

 

Baseado no best-seller de Nicholas Sparks, autor de “As Palavras que Nunca te Direi” e “O Diário da Nossa Paixão”, “Juntos ao Luar” é um inesquecível conto de amor e sacrifício.

 

 

Já sabe que a viagem ao nosso Mundo tem sempre hora marcada

às 19:00.

O canal esse, é o do costume, a Sic Mulher claro!

 



publicado por Mundo das Mulheres às 19:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

10 comentários:
De Mundo das Mulheres a 22 de Março de 2010 às 12:22
Carla Sandra Soares:

ola gostaria de saber como prevenir as manchas nos pes e pequenas borbulhas nessa mancha que aparecem a minha filha sempre que a estacao muda??

(pergunta feita no facebook)


De madalena santos a 22 de Março de 2010 às 15:25
ola a todos,
venho deixar o meu testemunho:
Eu tomei Zyrtec dos 16 aos 20 anos por causa da alérgia ao pólen.
Deixei de tomar por indicação médica e nunca mais tive alergia.


beijinhos


De herder matos a 22 de Março de 2010 às 15:28
Padeço do mesmo mal... e a unica coisa que resultou foram as vacinas que tomava todas as semanas durante 4 anos as vacinas na altura vinham de inglaterra...

Só sei que até hoje... e já lá vão uns 16 anos... nunca mais tive um sintoma... fiquei impecável... e neste momento tenho um gato e tive um cão durante 10 anos.... aconselho vivamente... nem uma crise sequer


De Anabela Sousa a 22 de Março de 2010 às 17:27
Tenho uma duvida:
O leite materno cura a conjuntivite?

obrigado

Anabela Sousa


De Fernanda Matos a 22 de Março de 2010 às 17:32
Boa tarde D.A.delaide

As vezes não sei como reagir a alguns sintomas.
Não sei se tenho reacções alergicas ou alergias, não são a mesma coisa ou são?
É que nem sempre tenho os sintomas todos que descrevem as alergias.
Fico a espera que passe e não vou ao medico, mas a verdade é que as vezes voltam a aparecer as manchas vermelhas pelo corpo.



Um beijinho


De Anónimo a 22 de Março de 2010 às 17:34
Existem algumas medidas que os pais com doença alérgica poderão adoptar para atrasar ou diminuir o aparecimento de alergias nos seus filhos?


De Joana Cardoso a 22 de Março de 2010 às 19:07
Olá Boa Tarde,

Tenho sinusite crónica e até hoje nunca nenhum médico me prescreveu uma profilaxia ou um tratamento, cada vez mais as crises são menos espaçadas e chegando a esta altura do ano ainda fico pior. O que poderei fazer, pois esta situação afecta bastante a minha qualidade de vida.

Joana cardoso


De Célia a 22 de Março de 2010 às 19:28
Boa tarde,

Felicito o vosso programa pois tem sempre conteúdos muito úteis e interessantes.
Desde os 2 anos q tenho uma tosse, que segundo um especialista em alergias será alergia á mudança de temperatura.

Durante muitos anos tomei alguns medicamentos para tentar melhorar, mas sem sucesso.
Os medicamentos novos faziam efeitos, mas depois quando voltava a toma-los já não faziam nada.

Uma das coisas que o meu médico me disse foi q talvez andar de avião fosse "bom". Eu não liguei e continuei com a minha vida.

Em 1992 fiz uma viagem de avião, e antes de ir estava com uma das minhas crises (muita tosse, muita mesmo!!), passadas 24h de chegar.... acabou-se tudo.
Estive bem durante cerca de 7 anos.... pensei q estava "curada", passado esse tempo voltei a ter algumas crises. Já fiz mais viagens de avião, mas sem o mesmo resultado.
Actualmente tenho crises com cerca de 2 anos de intervalo.
Não sei se a mudança brusca de temperatura através da viagem de avião ao certo se fez bem ou não, mas realmente melhorei....


De teresa rodrigues a 22 de Março de 2010 às 19:50
Boa tarde,

Quando liguei o meu televisor o vosso convidado estava a falar numa doença que é bastante rara e cujos sintomas são inchaços em várias regiões do corpo, podendo até ser na garganta.

Infelizmente n~~ao consegui ouvir o nome da doença, e seria da máxima importância, pois o meu marido aconteceu-lhe isso e os médicos nunca disseram o nome da doença, apenas receitaram antiestaminicos e até hoje quando começa a ter novamente inchaços toma zyrtec e passa, mas o importante seria saber o nome da doença para poder tratar.

Poderiam dizer-me por favor o nome da doença aí referida e qual a especialidade a que devemos ir para ser tratado.

Obrigado

Teresa


De Mundo das Mulheres a 23 de Março de 2010 às 10:50
Boa tarde, Teresa!

Eu sabia que havia uma razão para ter falado na doença, apesar de ser rara...mas atenção, pode não ser o caso do seu marido! Ainda assim, transcrevo aqui a informação pertinente:

"Angioedema recorrente
MAIS SAÚDE
18/01/10, 20:16

Manuel Branco Ferreira; Imunoalergologista - Hospital de Santa Maria ; Professor Convidado da Faculdade de Medicina de Lisboa
Há pessoas que, totalmente sem aviso, aparecem de repente com uma mão ou um pé inchado ou com a cara desfigurada por inchaço a nível dos lábios ou dos olhos. Este inchaço resulta da passagem de soro da corrente sanguínea para os tecidos das áreas afectadas.
Quando é só uma vez pensamos tratar-se de um traumatismo ou de uma picada de um qualquer insecto ou mesmo de uma reacção alérgica a um alimento ou a um medicamento.

O problema é quando os episódios se repetem muitas vezes ou quando o inchaço atinge a parede do intestino, podendo causar dores abdominais muito intensas (cólicas abdominais), ou quando atinge a região da laringe, em que o inchaço ou edema da glote pode inclusivamente ser fatal.

O que a maior parte das pessoas (e até muitos profissionais de saúde) desconhece é que há uma doença relativamente rara, de transmissão hereditária (portanto normalmente com mais membros da família com queixas semelhantes) em que existe um deficit numa proteína do nosso organismo que é responsável por esta situação, designada por Angioedema por défice de C1-inibidor, devido a um defeito genético no cromossoma 11, local onde é codificada a proteína C1-inibidor.

Devido ao desconhecimento, estes doentes são muitas vezes rotulados erradamente de alérgicos, embora na realidade não o sejam, recebendo tratamento com antihistamínicos e derivados da cortisona sempre que se dirigem a um serviço de urgência pelo aparecimento destas queixas, sem que esse tratamento surta algum efeito.

Também por vezes, e por as dores abdominais serem tão intensas que se assemelham a uma apendicite ou a uma peritonite, estes doentes chegam a ser operados desnecessariamente.

É importante pois conhecer-se esta situação para se evitar males desnecessários, tendo sempre que se pensar nesta possibilidade quando existem estes episódios repetidos de inchaços nas diversas localizações e, em especial, se outros membros da família tiverem quadros semelhantes.

Uma outra razão pela qual é importante abordar este assunto prende-se também com o seu tratamento. Até há alguns anos atrás não existia tratamento muito eficaz para estas crises, o qual era baseado num tratamento sintomático até esperar que a crise passasse, durando habitualmente dois ou três dias. Desde há cerca de oito anos existe disponível em alguns hospitais do nosso país um produto que é derivado do plasma humano (obtido portanto a partir de dadores de sangue) e que é o concentrado de C1 inibidor, cujo uso compensa o deficit que estes indivíduos possuem. Apesar de ser considerado seguro não deixa de ser um derivado do plasma humano, apresentando também a desvantagem de ter de ser administrado por via endovenosa e, portanto, normalmente apenas em meio hospitalar.

Contudo, no ano passado surgiu um novo medicamento chamado icatibant, que não é derivado do plasma e que é administrado por via subcutânea e que começa a actuar na crise em alguns minutos.

Este fármaco, que foi utilizado pela primeira vez em Portugal em Novembro de 2009, representa uma oportunidade terapêutica, principalmente quando for aprovado a sua utilização em auto-administração já que estes doentes vivem em pânico constante de ter uma crise e irem parar a um hospital onde ninguém conhece a sua doença e ninguém a tratar correctamente, muitas vezes apesar de instruções escritas pelos imunoalergologistas assistentes (isto claro quando a doença já foi correctamente diagnosticada).

E é também um exemplo de como os avanços da Medicina, embora por vezes lentos, podem melhorar muito consideravelmente a qualidade de vida de alguns indivíduos."

Espero que tenha ajudado, as melhoras do seu marido...

Adelaide


Comentar post

Categorias
Comentários recentes
Olá, sou nova cá e gostaria de partilhar o meu blo...
Visitem e comentem: http://tudo-sobre-a-tv.blogs.s...
Olá eu sua a Rita, tenho 15 anos e os meus pais na...
Olá!Gostaria de compartilhar com você este lindo p...
Agora para ver se aparece o clicável... http://www...
Arquivo

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Ligações
Pesquisar blog
 
Perfil